Papel das Mulheres na Bíblia – Parte 01

MULHERES NO LIVRO DO ÊXODO

Fala-se muito em empoderamento das mulheres no sentido de mostrar que, agora, elas estão conquistando seu lugar na sociedade, competindo com os homens, deixando de ser subordinadas.
Acontece que a Bíblia mostra que as mulheres já desempenhavam papel importante na história da salvação.
O intuito dessa série de textos é mostrar que o Senhor sempre colocou as mulheres em um lugar especial na história da humanidade, começando por fazer Seu Filho nascer de uma mulher.
Quando ouvimos a palavra Êxodo nos lembramos de pragas, milagres, e a separação das águas do Mar Vermelho. Mas esquecemos o papel desempenhado pelas mulheres.
Sabemos que, na época de Jesus, a sociedade era dominada pelo gênero masculino. À mulher estava reservado o papel de geradora da descendência do marido, cuidados com a casa, sujeitando-se à dominação masculina. Apesar dessa posição subalterna, veremos que as mulheres se revelaram mais sábias, audazes, e corajosas do que muitos homens, conseguindo conquistar seu lugar na história.

A lista dessas mulheres é longa e respeitável. Começando com Séfora e Fua, as parteiras que desafiaram a ordem do Faraó e não assassinaram os bebes que cuidavam.
Continua com a mãe de Moisés, Jocabed, que escondeu seu bebê depois de nascido. Mirian, irmã de Moisés, que o seguiu ao longo do rio. A filha do Faraó, que tirou Moisés do rio e o albergou como se fosse seu filho.

Para entender a coragem das mulheres na época que precedeu o Êxodo devemos verificar as ações do Faraó, que originaram a reação dessas mulheres.

No primeiro capítulo de Êxodo verifica-se a preocupação do Faraó com extraordinário crescimento da taxa de nascimento do povo de Israel, encarando-o como uma ameaça ao povo Egípcio, “ Vêde, os israelitas tornaram-se numerosos e fortes demais para nós. Vamos! É preciso tomarmos precaução contra eles e impedir que se multipliquem, para não acontecer que, sobrevindo uma guerra, se unam com os nossos inimigos e combatam contra nós, e se retirem do país” (Ex. 1:9-10).
.
O primeiro plano previa a escravizar do povo de Israel. A exaustão física e emocional levaria fatalmente a uma queda na taxa de crescimento demográfico. Entretanto, a nação de Israel era obstinada e “quanto mais os acabrunhavam, tanto mais eles se multiplicavam e se espalhavam” (Ex 1:12).

Vendo que seu plano falhara o Faraó apresentou uma nova idéia. Desta vez o Faraó deu ordem para que as parteiras secretamente matassem os bebês Hebreus do sexo masculino, usando de artifícios.

Quando isso também não funcionou e “o povo continuou a multiplicar-se e a se espalhar” (Ex. 1:20), o Faraó não se preocupou mais em esconder suas intenções e publicou um decreto para que atirassem todos os bebês Hebreus, do sexo masculino, no Rio Nilo.

A lista de parteiras redentoras começa com aqueles que desobedeceram o Faraó e agiram para salvar, ao invés de matar, arriscando a própria vida. Depois das parteiras, surge a mãe de Moisés. Ela também reagiu contra o decreto do Faraó: “não podendo guardá-lo por mais tempo, tomou uma cesta de junco, untou-a de betume e pez, colocou dentro o menino e depô-la à beira do rio no meio dos caniços.” (Ex 2:3)

A bíblia entra em maiores detalhes para enfatizar o papel de Jochebed na salvação de Israel. Mirian também fez o máximo para proteger o bebê que era seu irmão. Mesmo antes da filha do Faraó imaginar o que fazer com o bebê Mirian fez uma oferta que a princesa aceitou: “Queres que vá procurar entre as mulheres dos Hebreus uma ama de leite para amamentar o menino?”(Ex.2:7)

Implicitamente, a irmã do menino passou a considerar a criança como filho da princesa e o “Sim” dado em resposta pela filha do Faraó concorre para esse entendimento. Desta forma, a filha do Faraó se junta ao círculo das mulheres influentes, pois o papel desempenhado por ela foi crucial para a sobrevivência da Moisés.

Nota-se, também, como ela era diferente de seu pai, pois enquanto ele mandava matar todas a crianças hebraicas do sexo masculino, ela salvava um deles. Ironicamente, de todos Egípcios, foi ela quem possibilitou Moisés,o salvador de Israel, sobreviver.

 

Posted in Grupo de Oração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *