Papel das Mulheres na Bíblia – Parte 11

CONCLUSÃO

Todas as mulheres na linhagem de Jesus tinham tremenda fé; fé em Deus, e fé nos seus destinos.
Todas elas se recusaram a aceitar o que lhes tinha sido dado e se rebelaram contra as sociedades e tradições de sua época. TAMAR não desistiu de ser mãe e dar um sentido a sua vida.
RAAB, pela fé, decidiu ficar com Israel e, assim, salvar sua família juntando-se à nação de Israel.
RUTH recusou-se a aceitar a solução lógica de retornar a sua casa e seguiu sua sogra à sua nação, para um futuro desconhecido na Judéia.
Pela fé MARIA aceitou a mensagem do anjo e deixou-se ser usada por Deus da maneira mais incrível da história.

As quatro mulheres, não eram descendentes de Judeus:
TAMAR e RAAB eram Caananitas,
RUTH era Moabita e
BAT SHEVA era considerada Hitita, ou ao menos casada com um deles.

Constavam da genealogia de Jesus para mostrar as nações do mundo que Jesus o Rei de Israel, veio não apenas para as ovelhas perdidas da Casa de Israel, mas para salvar o mundo inteiro.

As quatro mulheres, de certa forma, tinham um passado duvidoso:
TAMAR seduziu seu sogro;
RAAB era prostituta,
RUTH dormiu no local de debulhação com Booz.
BAT SHEVA cometeu adultério com Davi enquanto esposa de outro homem.

O fato de todas essas mulheres fazerem parte do plano de Deus para serem ancestrais do Messias deve nos encorajar e nos dar esperança. Deus nos ensina que, para Ele, família, antepassados, e nação, na verdade não importam. Não o preocupa se nos enganamos no passado. O arrependimento sempre nos trará de volta para Ele.
Acreditar nas promessas e permanecer firmes na fé uniu todas essas mulheres.
TAMAR acreditou nas promessas de Judá em lhe dar o filho mais jovem como esposo e se ateve a essa promessa;
RAAB acreditou nas promessas que lhe foram dadas pelos espiões para salvar sua família e agiu de conformidade com sua crença;
RUTH acreditou nas promessas de Deus citadas nas benção de Booz ,e essas promessas realizaram-se;
BAT SHEVA acreditou na promessa de Davi em fazer de seu filho rei e certificou-se que ele mantivesse sua promessa;

E, a vida inteira de MARIA foi a realização da última promessa de Deus a Abraão, cujo nome começa na genealogia, em fazer que, através de sua descendência, todas as nações do mundo seriam abençoadas.

Jesus é a semente e todas essas mulheres, de diferentes nações e passado, que fazem parte do cumprimento de suas bençãos.

Posted in Grupo de Oração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *