Cobrindo brechas no lar

A Sagrada Escritura nos assegura a vitória sobre o que oramos, na vontade de Deus. A confiança que depositamos nele é esta: em tudo quanto lhe pedirmos, se for conforme a sua vontade, ele nos atenderá. E, se sabemos que ele nos atende em tudo quanto lhe pedirmos, sabemos daí que já recebemos o que pedimos” (1Jo 5,14-15). Quando rezamos na vontade de Deus, ele nos atende asseguradamente, e nós sabemos que a vontade de Deus é que as famílias permaneçam unidas. Ele quer que os filhos sejam criados por um pai e uma mãe que se amem mutuamente, e sabemos que a oração transforma a família.

Mas quando se trata de traduzir essa certeza em realidade somos muito deficientes. São livros sobre a família, que não tem oração, situam-na entre as coisas psicológicas e não tocam na oração em família, na família e pelas famílias. No entanto, os pais é que devem exercer em suas famílias um verdadeiro sacerdócio; para isso é que eles estão ali, são ministros do Senhor.

No livro Josué 24,15, Josué conclama o povo a servir a Deus e, diante da relutância de muitos, ele diz: “Porque, quanto a mim, eu e minha casa serviremos o Senhor.” E depois continua: “Esta pedra servirá de testemunho contra nós, porque ela ouviu todas as palavras que o Senhor nos disse; ela servirá de testemunho contra vós, para que não abandoneis o vosso Deus” (Js 24,27). Quantas vezes poderíamos dizer “essas pedras seriam testemunhas contra a vós, nós ouvimos tantas vezes a palavra ao Senhor em tantos lugares, passam por nós como água, não deixam nem lembrança”?

Mas, realmente queremos mudar, queremos ser do Senhor? A oração é essencial para isso, e para aqueles que o Senhor estabeleceu como chefe de família. A ausência de oração em família diminuirá, por fim, a capacidade de ser chefe daquela família e prejudicará a família por não estar exercendo sua função, o papel que Deus lhe deu. Perderá sua própria capacidade de tomar decisões como chefe da família.

Como na parábola dos talentos, aquele que não fez nada com o que recebeu acaba perdendo mesmo aquilo que pensava ter. Da mesma forma, o chefe da família recebe do Senhor uma graça de estado, uma capacitação espiritual pelo Espírito Santo de Deus de ser chefe daquela família e deve agir de acordo com a graça recebida. Se ele declina essa distinção que Deus lhe dá, perderá inclusive a capacidade de dirigi-la. Porque a sua capacidade plena e total é fazê-lo de acordo com a graça de Deus, utilizando para isso, a graça de estado que ele recebe para essa finalidade.

Muitos homens casados vão perdendo a sua capacidade de ser chefe de família por falta de oração, por falta de caminharem no Senhor. O Salmo 126(127) diz: “Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a constroem.” Esta é a base de uma família sadia. Em Deuteronômio 4,9, Moisés manda os pais narrarem a seus filhos, os feitos e as maravilhas realizadas pelo Senhor. E o livro dos Provérbios 22,6 nos diz: “Ensina à criança o caminho que ela deve seguir; mesmo quando envelhecer, dele não se há de afastar”. Quer dizer, aquilo que aprende em criança não perde e a oração é essencial para mostrar-lhe o caminho certo.

Outra coisa que é interessante é o encadeamento da sequência das passagens da Escritura. São Paulo escreveu aos Efésios a respeito do combate Espiritual. Nós vimos isso de várias maneiras, mas imediatamente antes de tocar na questão do combate Espiritual, menciona a família e frisa a importância da família e, em seguida, do combate Espiritual. Isso parece deixar claro que na família há que se combater e defender igualmente e o chefe de família, tem que ser aquele guerreiro do Senhor: “Pais, não exaspereis vossos filhos. Pelo contrário, criai-os na educação e doutrina do Senhor” (Ef 6,4). Portanto, é importante orar em sua família, mas também orar por sua família e orar como família.

Gostou do artigo e gostaria de aprofundar o assunto? Adquira os livros “A BATALHA NA SUA CASA” e “ARMADURA ESPIRITUAL PARA A FAMÍLIA“, e tenha sua vida transformada pelos ensinamentos de Dom Cipriano Chagas, OSB.

Posted in Dom Cipriano Chagas.

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *